Insuficiência renal e a falta de apetite, como ajudar?


A maioria dos donos de gatos com insuficiência renal depara-se com um problema que pode comprometer seriamente a recuperação dos seus animais, numa crise renal aguda, que é a falta de apetite. São animais que em geral já apresentam um apetite caprichoso porque há um aumento de concentração da ureia no sangue que, por sua vez, tende a acumular-se nas mucosas gástricas e intestinal, provocando irritação e ulceração locais.

Por norma, prescrevemos dietas com um menosr teor proteico no tratamento de insuficiência renal,mas este teor de proteína também não pode ser extremamente reduzido porque pode conduzir a que se desenvolvam situações de anemia e caqueixa, por grande perda de massa muscular. Por vezes, acaba por ser mais importante limitar o teor de fósfor da dieta e nem tanto o teor proteico.

Assim, se há gatos mais relutantes em aderir à nova dieta renal e que não ingerem por isso a quantidade mínima de alimento adequada à sua condição corporal, é preferivel optar por uma dieta mais apetecivel e usar apenas um quelante  do fósforo (molécula que ajuda o organismo a não absorver o fósfor presente na alimentação), e não ficarmos tão obececados com a necessidade de administrar uma dieta pobre em proteinas. A restrição proteica sóserá mais necessária numa fase mais avançada da insuficiencia renal.

Outro cuidado a ter com os gatos insuficientes renais será assegurar a hidratação, pelo que ao oferecermos comida húmida de elevada qualidade estamos a promover uma maior ingestão de água, que compensa as perdas causadas pela diminuição da capacidade de filtração renal. Além disso, como a alimentação húmida é geralmente mais palatável, ela é por si só, um estimulante do apetite.


Deixe um comentário


Tenha em atenção que os comentários precisam de ser aprovados antes de serem exibidos