Plano de vacinas do seu PET


A pedido de algumas famílias, hoje vamos focar os planos de vacinação existentes e recomendados quer para cães quer para gatos.
Não obstante toda a informação aqui apresentada, recomendamos sempre que discutam o tema, de uma forma aberta com o veterinário, para fazerem o "vosso" plano.
Existém várias doenças altamente infecciosas e potencialmente mortais que podem afectar a saúde dos nossos animais de estimação. Felizmente algumas delas podem ser prevenidas através da vacinação.
Mas o que faz a vacina?
A vacina funciona através da estimulação das defesas imunitárias dos animais, tornando-os mais resistentes aos agentes infecciosos e consequentemente às doenças. 
Pelo que, a utilização das vacinas disponíveis contra doenças infecciosas é muito aconselhada como forma ativa de prevenção do seu Pet, contra as referidas doenças.
As vacinas e o esquema de vacinação variam de acordo com a espécie animal, idade, zona de residência e estilo de vida. A adequação do plano de vacinação ao seu pet, será feito de uma forma responsável pelo veterinário da sua confiança.
As vacinas são indispensáveis para a saúde dos nossos animais, os filhotes devem começar a ser vacinados a partir dos 45 dias (6 semanas de vida) e seguir o plano definido pelo veterinário. 
Caso o animal esteja debilitado (somente o médico veterinário poderá constatar), ele precisa recuperar antes de tomar a vacina, para que a enfermidade não prejudique a imunização, sendo posteriormente o plano reajustado.

Abaixo, segue o calendário base de vacinas para cães e gatos:

CÃES: 

 Aos 45 dias (6 semanas):

1ª dose: V8 ou V10, tosse dos canis, giardiase;

Aos 75 dias (9 semanas - 2 meses):

2ª dose: V8 ou V10, tosse dos canis, giardiase;

Aos 105 dias (13 semanas - 3 meses):

3ª dose: V8 ou V10

Aos 120 dias (15 semanas - 4 meses):

Vacina contra a raiva;

Posteriormente temos de fazer anualmente, o reforço.

Nota: 

V8 (Cinomose, parvirose,coronavirose,hepatite,leptospirose,parainfluenza)

V10 (V8 + um sorotipo da parvirose e outro da leptospirose);

 

Gato:

 Aos 45 dias (6 semanas):

1ª dose: V3 ou V4 ou V5;

Aos 75 dias (9 semanas - 2 meses):

2ª dose: V3 ou V4 ou V5;

Aos 105 dias (13 semanas - 3 meses):

3ª dose: V3 ou V4 ou V5;

Aos 120 dias (15 semanas - 4 meses):

Vacina contra a raiva;

Posteriormente temos de fazer anualmente, o reforço.

Nota:

V3 (Calicevirus, panleucopenia felina, rinoitraqueite)

V4 (V3 + clamidiose)

V5 (V4 + Leucemia felina (Felv))

Convém sempre recordar que as vacinas são da responsabilidade dos médicos veterinários, e como tal só podem ser aplicadas por eles.

Adicionalmente, é imprescindível manter o boletim de vacinas sempre em dia e não permitir que o seu pet vá à rua, ou esteja em contacto, com outros animais não vacinados.

 Paralelamente, e por forma a tornar a vacinação mais eficaz, devemos desparasitar internamente os nossos pets, com cada vacina, pois aos estarmos a eliminar os parasitas internos estamos a potenciar o efeito imunizante da vacina.

A desparasitação interna deve ser realizada a cada 3/4 meses, de acordo com o peso do seu pet e antes de cada revacinação.

Um outro aspecto muito importante é a colocação do microchip no seu pet. É um procedimento legalmente obrigatório, e deve ser efectuado até aos 6 meses. Este procedimento é realizado pelo veterinário, em condições de segurança, e praticamente indolor para o seu pet.

Após a colocação do microchip, receberá um certificado com o respectivo número, e o seu pet ficará inscrito no sistema nacional. Em caso de roubo ou de perda, qualquer veterinário com a ajuda de um aparelho de leitura especifico, o poderá ajudar a voltar para casa.

Também em caso de viagem internacional, é obrigatório o uso de microchip e o boletim de vacinas actualizado e a desparatização interna em dia.

Cuide bem do seu pet, ele irá retribuir em doses massivas de amor incondicional!

 


1 comentário


  • Ermelinda Correia

    Gostei informações muito úteis para melhore cuidar dos nossos amigos patudos….!


Deixe um comentário


Tenha em atenção que os comentários precisam de ser aprovados antes de serem exibidos